Workshop discute produção audiovisual em aldeias

Workshop discute produção audiovisual em aldeias indígenas do Centro Oeste e em comunidades do Rio

O Curso de Qualificação Introdutória de Cinema, realizado em parceria entre a Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação, através do projeto Naves do Conhecimento e o Projeto CriaAtivo, promove mais uma edição do evento Diálogos com Profissionais de Cinema, com o tema: “Produção audiovisual em aldeias indígenas no Centro Oeste do Brasil e nas favelas do Rio: o que há em comum?” O evento acontece na próxima segunda feira, dia 17 de julho, das 14h às 17h, e na Nave de Triagem e será aberto ao público.

O workshop promoverá o encontro de um  grupo de jovens realizadores/ produtores da Associação Cultural dos Realizadores Indígenas- ASCURI com os alunos do curso.  Os índios vão apresentar como, por meio das Novas Tecnologias de Comunicação, estão desenvolvendo estratégias de resistência para os Povos Indígenas de Mato Grosso do Sul. A iniciativa faz parte da estratégia de  fomentar o intercâmbio de conhecimento entre sociedade indígena e não indígena, buscando reduzir a brecha que separa estas duas culturas. E será mais uma oportunidade dos nossos alunos terem contatos experiencias que  trabalham com baixo orçamento.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas aqui.
A Nave do Conhecimento de Triagem fica na Rua Bérgamo, 320 – Bairro Carioca.

Projeto é inédito no Rio

O Curso de Qualificação Introdutória de Cinema é oferecido de forma inédita e totalmente gratuita pela Prefeitura do Rio  na Nave do Conhecimento de Triagem. O  projeto recebeu mais de 2000 mil inscrições em duas semanas.

O curso é dividido entre atividades teóricas e práticas, e ao longo do projeto os alunos das diferentes turmas (Roteiro, Direção, Fotografia para cinema e Edição) se integrarão para produzir filmes em curta-metragem, que serão exibidos ao fim do módulo. Assim, poderão ganhar experiência de criação coletiva em um set de filmagem. A seleção para a segunda turma, entre os que fizeram a inscrição em maio, já está em andamento

Ao todo, 15 filmes serão produzidos pelas turmas. Os curtas serão levados a votação popular, dos quais três serão selecionados. Outros três filmes serão escolhidos por um júri técnico formado por profissionais do mercado. Os seis filmes selecionados, três pelos votos populares e três pelos votos técnicos, serão exibidos em Londres, na Creative Wick Film School, e seis representantes dos filmes vencedores viajarão para a Inglaterra para representá-los pessoalmente