Nave do Conhecimento de Santa Cruz sela parceria com o CRIAAD

Por Larissa Lima

As equipes das Naves do Conhecimento trabalham diariamente para democratizar o acesso ao universo digital. E a equipe de Santa Cruz deu um passo importante nesse trabalho. O Instituto Usina Social que faz a cogestão da Nave do Conhecimento firmou uma parceria com o Degase para atender aos internos do CRIAAD do bairro, oferecendo cursos de tecnologia, informática básica, entre outros.

“Esse projeto me proporcionou uma experiência oposta da sala de aula da Nave, os meninos no primeiro momento apresentaram resistência, porém a curiosidade dos mesmos tornou o projeto um sucesso. Aos poucos foram aproveitando as aulas, pegando confiança, compartilhando suas vidas e histórias e infelizmente, suas descrenças nas suas capacidades”, conta Tamires dos Santos, instrutora na Nave do Conhecimento de Santa Cruz.

 

A parceria já está em vigor há dois meses e acontece em uma sala na própria unidade do CRIAAD, que foi fornecida pela 9ª Vara Federal.

“Em nome dos nossos adolescentes, eu agradeço essa parceria com a Nave do Conhecimento. Um projeto grandioso e importante para tornar indivíduos em cidadãos conectados através do conhecimento e saberes”, destaca a diretora do CRIAAD, Eneida Ramos.

E um depoimento que muito emocionou a equipe foi o do Miguel da Silva Carvalho. Ele nos enviou através de um e-mail, que criou durante a aula:

“Eu acho as aulas de informática legal e bem incentivadora, para algumas pessoas que perderam bastante tempo na vida do crime. Eu me indentifico com essa função, quero parabenizar todos que estão nessa função e nos incentivando e acreditando na nossa mudança, muito obrigado”.

Hoje, a unidade atende 44 alunos. Contudo, apenas 12 participam das nossas aulas, que acontecem duas vezes por semana.

“Muitos adolescentes descobriram a informática, e já sinalizaram o desejo de fazerem cursos de formação na área. A parceria está sendo muito importante, principalmente para os meninos que passaram a conhecer um outro lado da informática, que vai além do uso das Redes Sociais”, contou a psicóloga da unidade Grasiele Gomes da Silva.

Segundo o coordenador da Nave, Antônio Carlos Vidal, a equipe tem investido em levar conhecimento a instituições carentes visando a inclusão dos alunos que frequentam o local.

“A Nave tem se feito presente em parcerias que tem por objetivo agregar valores ao currículo desses alunos”, completa.