Oratória para Jovens do Nave Lab CriaAtivo em Triagem

Por Paulo Antunes, Charles Siqueira e Thalita Mendes

O Nave Lab CriaAtivo entra em sua fase final, a todo vapor, na Nave do Conhecimento de Triagem.

Fotografia para Cinema, Edição e Montagem, Youtuber, Produção de Games e Programação Web – Designer e Banco de Dados – foram os cursos oferecidos pelo projeto, com o intuito de atrair jovens de favelas e periferias de toda a cidade do Rio de Janeiro, possibilitando o desenvolvimento de carreiras em áreas de Economia Criativa e de maneira empreendedora.

Em curso desde o ano passado, o Nave Lab se tronou realidade por meio de uma parceria entre o Instituto Rio Cultural – atual gestor do equipamento -, o Instituto Cultural Pólen e a Loughborough University, de Londres. Além desse somatório de forças, é importante destacar que o Nave Lab foi vencedor do Edital DICE, do Conselho Britânico, o que confirma o alcance e a importância do projeto no contexto social em que se encontra inserido.

Dando continuidade e acrescentando novos conhecimentos aos que vêm sendo transmitidos nas turmas regulares do projeto, foi realizada, nos dias 04 e 06 de fevereiro de 2020, a última Oficina de Teatro/Oratória, com Preparação para “Pitching”, direcionada para pequenos grupos de jovens que querem defender seus projetos.

Na oficina, alunos e alunas participaram de dinâmicas básicas de Teatro, com o objetivo de desinibir e aperfeiçoar a comunicação com o público, além de aprenderem e desenvolverem técnicas de Oratória, especialmente aquelas voltadas para apresentações e eventos de “Pitching”, que consiste basicamente na exposição oral de projetos e propostas, com tempo predeterminado, para equipes de avaliação.

 

A oficina foi ministrada pelo ator Bernardo Mendes, reconhecido por seu trabalho no Teatro, na Tv e no Cinema. Tendo atuado em diversas produções televisivas, tais como “Malhação” e “Pé na Cova”, e também em filmes como “Tim Maia” e “Se eu Fosse Você 2”, Bernardo pôde transmitir aos alunos um pouco da experiência acumulada ao longo de anos de atuação profissional.

Além de Bernardo, os jovens também receberam dicas valiosas do cineasta, documentarista e professor Victor Lopes, que dirigiu, por exemplo, o aclamado documentário “Serra Pelada, A Lenda da Montanha de Ouro”.

Sobre o projeto e a realização, em paralelo, de oficinas e workshops, que enriquecem o aprendizado dos jovens participantes, Charles Siqueira, Coordenador da Nave de Triagem ressalta: “Criatividade e Inovação são ativos valiosos hoje. É papel deste equipamento público fornecer subsídios para que negros, mulheres, LGBT’s e populações periféricas aprendam a tornar-se empreendedores, não para enfrentar a precariedade das relações de trabalho, mas para explorarem o que melhor suas vivências têm a oferecer ao mundo”.

Rio de Janeiro, 14 de fevereiro de 2020.

Crianças visitam Museu do Amanhã durante Colônia de Férias

A colônia de férias das Naves do Conhecimento de Irajá, Penha, Padre Miguel, Santa Cruz, Madureira e Vila Aliança proporcionou aos participantes um passeio para o Museu do Amanhã, que fica no Centro do Rio. Eles participaram de uma visita guiada pelo espaço.

Acompanhados pelas equipes das Naves, cerca de 90 crianças participaram da excursão. A visita começou pelo Portal Cosmos, que levou as crianças em uma viagem no tempo para o início da vida na Terra. Sempre guiados pelos educadores do Museu, o grupo pode interagir com os diversos espaços, tirar dúvidas e aprender mais sobre o tema. Leia mais

Nave de Vila Aliança recebe projeto “Prefeitura Mais Perto de Você”

A Nave do Conhecimento da Vila Aliança recebe no dia 1° de fevereiro o projeto “Prefeitura Mais Perto de Você”. Essa é uma iniciativa da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro para estar mais próxima da população, divulgando suas ações, projetos e oferecendo inúmeros serviços, entre eles, ofertas de vaga de emprego, agendamento de castração de cães e gatos, inscrições para cursos profissionalizantes, vacinação, e outras atividades. Leia mais

Nave do Conhecimento recebe o Global Game Jam no último fim de semana de janeiro

Evento reúne milhares de pessoas ao redor do mundo na criação de jogos

A Nave do Conhecimento da Prefeitura do Rio de Janeiro e o Ring convidam você para a 12° edição do Global Game Jam, maior evento de criação de jogos do mundo. O evento acontecerá entre os dias 31 de janeiro e 2 de fevereiro na Nave do Conhecimento Cidade Olímpica, no Engenho de Dentro. Serão 48 horas focadas na criação de games inovadores e criativos.

Com o intuito de estimular inovações, experimentos e a colaboração na criação de jogos, o Global Game Jam conta com participantes de 860 locais em mais de 110 países ao redor do mundo. Na sua última edição, em 2019, foram criados mais de nove mil jogos sobre o tema “What home means to you” (tradução: o que o lar significa pra você) por aproximadamente 47 mil desenvolvedores e criadores.

Este ano a Nave do Conhecimento Cidade Olímpica será uma das arenas desse evento, recebendo dezenas de desenvolvedores de jogos durante o último fim de semana de janeiro. O espaço cedido pela Secretaria da Pessoa com Deficiência e Tecnologia, da Prefeitura do Rio, em parceria com o RING, grupo de desenvolvedores de jogos do Rio de Janeiro, hospedará os jovens desenvolvedores durante as 48 horas de evento. O intuito é promover a integração, o trabalho em equipe, e que dali saia grandes projetos para os jovens e a cidade do Rio.

Como nas edições anteriores, o tema será divulgado somente na abertura do evento, que acontece no dia 31 de janeiro, sexta-feira, a partir das 15h, horário de Brasília. É aberto para todas as pessoas que tenham interesse e habilidades necessárias para a criação e desenvolvimento de jogos. As inscrições são limitadas e já estão abertas podendo ser feita até o dia 31 de janeiro no site:  https://www.sympla.com.br/ggj-ring—nave-engenho-de-dentro—museu-olimpico__746941.

Serviço:

Global Game Jam 2020

Endereço: Nave do Engenhão – R. Arquias Cordeiro, 1516, Engenho de Dentro, Rio de Janeiro – RJ, 20735-040 (Em frente à estação Olímpica de Engenho de Dentro).

Inscrições limitadas: https://www.sympla.com.br/ggj-ring—nave-engenho-de-dentro—museu-olimpico__746941.

Horários: Início: Sexta-Feira dia 31/01 – 15h

Fim: Domingo dia 02/02 – 20h

Colônia de Férias das Naves quer resgatar o hábito da leitura

Já estão abertas as inscrições para a Colônia de Férias das Naves do Conhecimento de Irajá, Penha, Padre Miguel, Santa Cruz, Vila Aliança e Madureira. E para este ano escolhemos o tema: Desenvolvendo a Leitura com a Tecnologia. Para garantir a vaga do seu filho, você pode se inscrever aqui pelo site, clicando neste link, ou presencialmente em uma de nossas Naves. É gratuito.

Poderão participar crianças de 07 a 13 anos. A programação começará no dia 21 e segue até o dia 31 de janeiro. As nossas equipes já preparam uma agenda com muitas atividades educativas e recreativas. Neste ano, o objetivo da Colônia é resgatar, criar e reativar nas crianças o amor e o hábito pela leitura.

“Como vivemos em uma sociedade tecnológica e cada vez mais utilizamos computadores e celulares, não podemos deixar de desenvolver nas crianças o hábito da leitura. Ler é muito mais que decifrar códigos, a prática da leitura aprimora o vocabulário e dinamiza o raciocínio e a interpretação”, conta Elis Regina, que é presidente do Instituto Usina Social, que faz a cogestão das Naves.

Serviço e Programação

Quando: 21 a 31 de janeiro
Tema: Desenvolvendo a Leitura com Tecnologia
Manhã ( 9 às 12 horas): Naves de Irajá, Padre Miguel e Santa Cruz.
Tarde (14 às 17 horas): Naves de Madureira, Penha e Vila Aliança

Confira abaixo a programação completa:

Nave de Irajá – Manhã ( 9 às 12 horas)

Dia 21: Soletrando

Dia 22: Parceria com a equipe do meio ambiente com atividades (a confirmar) / montando meu livro.

Dia 23: Um dia de Youtuber /minha história narrada em vídeo.

Dia 24: Apresentação dos livros aos responsáveis e despedida da colônia.

Dia 27: Soletrando

Dia 28:montando meu livro e parceria com Jeane de Fátima.

Dia 29: minha história narrada em vídeo.

Dia 30: um dia de youtuber com histórias divertidas. 

Dia 31: mostra do livro e despedida da colônia.

Nave de Madureira – Tarde (14 às 17 horas)

Dia 21 de janeiro – Contação de Histórias

Dia 22 de janeiro – Leitura coletiva online e jogos online

Dia 23 de janeiro – Concurso Soletrando

Dia 24 de janeiro – Criação de Gibi

Dia 28 de janeiro – Contação de Histórias

Dia 29 de janeiro – Leitura coletiva online e jogos online 

Dia 30 de janeiro – Concurso Soletrando

Dia 31 de janeiro – Criação de Gibi 

Nave de Padre Miguel – Manhã ( 9 às 12 horas)

Dia 21: Contação de História

Dia 22: Histórias contadas no Youtube ilustração

Dia 23: Concurso Soletrando (Desafio Carioca da Gema)

Dia 24: Fazer um Gibi (online)

Dia 27: Caça ao Tesouro

Dia 28: Jogos Teatrais e Criação de Cenas (Baseado em Contos de Fadas)

Dia 29: Cenas Curtas (Histórias Gravadas)

Dia 30: Karaokê

Dia 31: Baile  Literário (encerramento)

Nave da Penha – Tarde (14 às 17 horas)

Dia 21: Karaokê

Dia 22: Concurso Soletrando

Dia 23: Contação de Histórias

Dia 24: Concurso de Conhecimento de Significado de Palavras

Dia 27: Jogo da Forca

Dia 28: Caça-Palavras

Dia 29: Concurso Soletrando

Dia 30: Karaokê

Dia 31: Concurso de Conhecimento de Significado de Palavras

Nave de Santa Cruz – Manhã ( 9 às 12 horas)

Dia 21: Contação de Histórias

Dia 22: Brincadeiras Antigas ao ar livre 

Dia 23: Aula de Confecção de malabares 

Dia 24: Gincana com jogos online: Stopots (jogo adedonha) Racha Cuca, Jogo da forca e outros

Dia 27: Contação de Histórias e Jiu-jitsu

Dia 28: Gincana com jogos online: Stopots (jogo adedonha) Racha Cuca, Jogo da forca e outros

Dia 29: Brincadeiras Antigas ao ar livre

Dia 30: Cine: Procurando Dory/Next Gen
Dia 31: Festa de Encerramento

OBSERVAÇÃO: A Nave do Conhecimento Santa Cruz será polo para o recebimento de Livros que contribuíram para a criação de uma biblioteca no Degase.

Nave de Vila Aliança – Tarde (14 às 17 horas)

Dia 21: Karaokê

Dia 22: Soletrando

Dia 23: Histórias contadas no YouTube

Dia 24: Ditados populares e Trava-língua

Dia 27: Histórias contadas no YouTube

Dia 28: Karaokê

Dia 29: Soletrando

Dia 30: Ditados populares e Trava-língua

Dia 31: Caça- palavras

Formatura das turmas FMT em Triagem

Por: Paulo Antunes

Editado por: Bruna Chateaubriand

No último sábado, 21 de dezembro, aconteceu a cerimônia de Formatura dos alunos e alunas das turmas FMT (Formação para o Mundo do Trabalho) 9752 e 9646, na Nave do Conhecimento de Triagem, através da parceria entre a Nave e o Espro – Ensino Social Profissionalizante.

O curso FMT teve como objetivo despertar o espírito empreendedor e posturas compatíveis com as exigências do mercado, sendo um grande diferencial na formação dos jovens, na medida em que contribui significativamente para o seu ingresso no Mundo do Trabalho. 

A entrega dos certificados foi feita pela professora Paula Oliveira do Espírito Santo. “A gente chega achando que tem algo a oferecer, mas, na verdade, a gente é que aprende todo dia com eles. Vê-los ingressando no mercado de trabalho, em uma atividade formal, justa, honesta, seria o meu maior presente de Natal”.

Paula ainda destacou a importância do projeto e de seu impacto na vida dos jovens.  “A atuação do Espro vai além da formação para o mercado de trabalho, pois enxerga o jovem como um ser multidisciplinar. Nosso trabalho precisa impactar o jovem nas diversas esferas em que se encontra inserido.”

Toda a cerimônia foi organizada, apresentada e conduzida pelos alunos, mostrando a evolução e a capacidade dos mesmos após o curso. Para Ana Carolina Ribeiro Costa, Analista de Planejamento da Educação, do Espro, uma postura mais confiante e desenvolta já é uma demonstração das mudanças provocadas pelo curso.

Além dos formandos, seus familiares e amigos, do corpo técnico e administrativo da Nave de Triagem, o evento foi acompanhado pela Presidente do Instituto Rio Cultural, Gisella Martins Presta Penna, pelo Secretário Marco San e pela Subsecretária de Gestão Fernanda Amurillo, ambos da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Tecnologia. 

O Secretário destacou a importância de iniciativas que preparem melhor os jovens para buscarem seu lugar no mercado de trabalho. “Cursos como esse são fundamentais. A gente vive em uma sociedade extremamente fechada, sem mobilidade social, sobretudo para os jovens. São milhões deles chegando ao mercado todos os anos, enquanto o país vive uma situação de desemprego estrutural. É aí que entra a Nave do Conhecimento, com sua missão de inclusão social, através da formação, da cultura, do conhecimento. Para ter cidadania, é preciso ter emprego”. 

O Coordenador da Nave de Triagem, Charles Siqueira, também destacou a importância da Nave na vida dos jovens. “Estamos, cada vez mais, buscando aproximar um “equipamento-cidadão” do cidadão, de vocês. A história desses jovens será contada a partir de agora, das oportunidades que eles terão no mundo do trabalho após a realização desse curso. E a continuidade na formação com os variados cursos, oficinas e workshops oferecidos pela Nave de Triagem”

Letícia Teixeira, 17 anos, contou que além de um grande aprendizado no mundo do trabalho, o autoconhecimento e autoavaliação foi muito importante para os jovens “Penso em me formar em Administração, mas também tenho interesse por Empreendedorismo”. Para Ricardo Vieira, que após o curso foi selecionado para uma vaga de Aprendiz no próprio Espro, o curso representou uma grande conquista pessoal “O curso é uma excelente oportunidade para os jovens melhorarem em diversos aspectos: postura, fala, timidez, organização, entre outros. O curso também me tornou mais proativo e me ajudou a estabelecer minhas metas”

Nave de Triagem e Associação Solidariedade em Marcha – SOMAR

Por: Paulo Antunes e Daniel Santos

 

A Nave do Conhecimento de Triagem e a Associação Solidariedade em Marcha (SOMAR) decidiram unir forças para mudar a vida de jovens, por meio de cursos, oficinas, workshops, entre outras atividades que possam contribuir para a sua formação, qualificação e aperfeiçoamento.

A Associação Solidariedade em Marcha – SOMAR é uma entidade do Terceiro Setor, reconhecida como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), que promove a formação integral de crianças e adolescentes, com idades entre 7 e 17 anos. Atuando no Complexo de Comunidades do Lins há cerca de 20 anos, a Associação é responsável pelo projeto “Lapidando Diamantes”, que atende atualmente 60 crianças e adolescentes, oferecendo oficinas de dança, futebol e leitura.

O objetivo dessa parceria, que agora se inicia, é aliar o espaço, os equipamentos (parque tecnológico) e o conhecimento técnico disponibilizado pelas Naves do Conhecimento à expertise em projetos sociais adquirida pela Associação ao longo dos anos em que atua no Complexo do Lins, aproximando os alunos e alunas do projeto “Lapidando Diamantes” e os integrando a outro projeto importantíssimo, que é o das Naves do Conhecimento.

E para marcar o início dessa parceria, que tem tudo para dar certo e impactar positivamente na vida desses jovens, foi realizado no último sábado, 14 de Dezembro de 2019, um Workshop com o tema “Mercado de Trabalho em 2020”. Nesse encontro, que contou com quinze alunos e alunas, foram abordados diversos temas, tais como: o que é o Mercado de Trabalho, suas características e demandas atuais; como conseguir o primeiro emprego; como se desenvolver profissionalmente e fazer frente às crises pelas quais passamos eventualmente, além de outros assuntos igualmente relevantes.

 

Para o Instrutor Tecnológico da Nave de Triagem, Daniel Santos, um dos idealizadores da parceria, “a ideia era iniciar com o workshop, que tratou do Mercado de Trabalho e suas perspectivas diante das novas tecnologias disponíveis, passando, no próximo ano, à realização de cursos e oficinas que permitam a formação e qualificação dos jovens participantes, tornando-os aptos para ingressarem num mercado tão competitivo como é o nosso”.

Assim, a Nave do Conhecimento de Triagem, sua equipe administrativa e técnica, o Instituto Rio Cultural e a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Tecnologia dão boas-vindas à Associação Solidariedade em Marcha – SOMAR e a todos os jovens que participaram desse primeiro encontro.

RGI em Triagem

No dia de hoje, 6 de novembro de 2019, 341 famílias do Bairro Carioca, em Triagem, receberam da Prefeitura do Rio o RGI de seus apartamentos. O Registro é muito importante, pois garante a propriedade sobre os imóveis.

Um dos contemplados com o documento foi Nelson Mattos Jr., morador do Bairro Carioca e funcionário da Nave do Conhecimento de Triagem.

O evento contou com diversas autoridades, incluindo o Prefeito Marcelo Crivella, que se dirigiu aos presentes, destacando a importância do Registro:

“Tenham cuidado com esse documento, porque agora seu apartamento, com o RGI, passa a valer muito.”

Nelson foi o primeiro a receber o documento e fez questão de agradecer a medida da Prefeitura, destacando, também, a necessidade de melhorias que aumentem a acessibilidade de pessoas com deficiência física no Bairro Carioca.

O fato de possuírem um documento comprovando a propriedade de seus imóveis dá maior segurança às pessoas que lá residem. Assim, a Nave de Triagem, o Instituto Rio Cultural e a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Tecnologia parabenizam todos os novos proprietários por mais essa grande conquista.

Por: Paulo Antunes.

I Fórum Naves reúne mais de 120 pessoas

Mais de 120 pessoas participaram do I Fórum Naves, que aconteceu na Arena Carioca Fernando Torres (Parque Madureira), organizado pelo Instituto Usina Social, que faz a cogestão das Naves do Conhecimento de Itajá, Penha, Madureira, Padre Miguel, Vila Aliança e Santa Cruz. O encontro reuniu dois palestrantes sobre Educação Financeira, Tecnologia e Empreendedorismo. O secretário municipal da Pessoa com Deficiência e Tecnologia, Marcos Antônio Teixeira, participou da abertura do evento, falando sobre o futuro das Naves do Rio.

O evento começou com um brunch servido a todos os convidados e, logo depois, com a abertura feita pela presidente do Instituto, Elis Regina Coelho.

“Faz parte da nossa meta de trabalho levar mais conhecimento sobre Educação Financeira, Empreendedorismo e Economia Criativa. E esse Fórum é o nosso pontapé inicial para introduzir esse tipo de conhecimento e de conteúdo nas Naves. Nós já fazemos, mas agora, nossa proposta é intensificar, pois sabemos o quão valioso é também esse tipo de conhecimento”, contou Elis.

O Instituto já faz a cogestão das Naves há 18 meses. E aproveitou o Fórum para apresentar um balanço das atividades e atendimentos que a equipe tem realizado.

“Nesses 18 meses, mais de 400 mil acessos foram contabilizados, sendo eles de pessoas que passaram pelas seis Naves, fizeram cursos, usaram a rede de wi-fii que disponibilizamos para o entorno, usaram os nossos equipamentos, entre outros atendimentos. Nossos desafios são enormes, principalmente o de divulgar que esse espaço da Nave é para a população. Mas sabemos que o impacto desses equipamentos tem sido grandioso na vida de muita gente que antes não tinha acesso à tecnologia, informática e a cursos profissionalizantes. Agora, queremos acrescentar muito mais conteúdos sobre empreendedorismo e educação financeira”, discursou Simone Monteiro.

O secretário municipal, Marco Antônio Teixeira, parabenizou a iniciativa do Fórum, pela importância do acesso ao conhecimento

“Esse Fórum estimulou a integração das Naves, reunindo experiência e conhecimento. As Naves não são só tecnológicas, mas também local de propiciar um encontro social, com manifestação cultural e troca de conhecimento” destacou o secretário.

A primeira palestrante foi Laura Coutinho, que é professora, e já escreveu 18 livros sobre Educação Financeira. Com o tema “Técnicas de como planejar, consumir, poupar e investir”, ela ministrou a palestra de forma bem didática e com uma dinâmica sobre a realidade de várias famílias, o que deixou a palestra bem interessante.

“Quem é que não lida com a questão do dinheiro? E como dinheiro pode e faz diferença em nossa vida? Essa palestra é pra falar sobre a realização de sonhos, que é possível com a Educação Financeira”, destacou Laura Coutinho.

E segundo palestrante foi Geoger Neder, que é empresário, e falou sobre “Plano de Negócios – O Caminho para Empreender”.

“Empreendedorismo é um tema fundamental na vida das pessoas, assim como a Economia Criativa.
Hoje as pessoas sabem pouco sobre essa vertente, que pode crescer a cada dia com a tecnologia. As pessoas precisam ser autônomas e livres para gerarem seus próprios negócios” falou Neder.

Quem foi ao encontro saiu de lá com ideias para colocarem em prática em seus negócios. Foi o caso do Thiago Soares.

“Hoje eu sou microempreendedor, mas já sonho em expandir o meu negócio. Quando eu soube do evento, garanti minha vaga para buscar mais conhecimento. Já vou sair daqui e aplicar muita coisa do que aprendi no meu negócio. Gostei muito do evento”, contou Thiago.

O encontro também ajudou muito a Rosimere, de Olaria, que trabalha com doces e salgados em casa.

“Meu dinheiro estava entrando e saindo e eu sem controle. Com a palestra, aprendi que preciso de uma planilha para identificar todos os gastos, os custos e o lucro”, contou.

 

Por Larissa Lima

Lucas Lima, empreendedor e morador do Alemão, inspira jovens do Nave Lab CriaAtivo

No último dia 26, a Nave de Triagem recebeu o empreendedor Lucas Lima, jovem morador do Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio, que desenvolveu uma impressora 3D com sucatas compradas em ferros-velhos, para um workshop com os alunos da turma de Programação Web do Nave Lab CriaAtivo.

Convidado a conhecer nosso espaço e pensar novas ideias para jovens de periferia, Lucas realizou uma palestra inspiradora para os jovens presente. Seu testemunho a respeito da própria trajetória até formar-se em Engenharia Mecânica e como surgiu a ideia de construir, a baixíssimo custo, um equipamento que chega a custar R$ 17 mil no mercado, foi de enorme inspiração para aqueles jovens que, agora, sonham em seguir seus passos.

O universo “maker”, Inteligência Artificial e o avanço veloz de novas tecnologias que podem transformar a qualidade de vida de moradores de comunidades foram tópicos abordados por ele no workshop Nave Lab CriaAtivo: Tecnologia, Empreendedorismo e Inovação nas Periferias.

Lucas agradeceu a oportunidade deste bate papo com os jovens e disse, entusiasmado, que está caminhando para a realização do seu sonho “Quero inventar uma tecnologia 100% made in favela. Chegarei lá!”

 

Por Charles Siqueira

Adaptado por Bruna Chateaubriand