Oratória para Jovens do Nave Lab CriaAtivo em Triagem

Por Paulo Antunes, Charles Siqueira e Thalita Mendes

O Nave Lab CriaAtivo entra em sua fase final, a todo vapor, na Nave do Conhecimento de Triagem.

Fotografia para Cinema, Edição e Montagem, Youtuber, Produção de Games e Programação Web – Designer e Banco de Dados – foram os cursos oferecidos pelo projeto, com o intuito de atrair jovens de favelas e periferias de toda a cidade do Rio de Janeiro, possibilitando o desenvolvimento de carreiras em áreas de Economia Criativa e de maneira empreendedora.

Em curso desde o ano passado, o Nave Lab se tronou realidade por meio de uma parceria entre o Instituto Rio Cultural – atual gestor do equipamento -, o Instituto Cultural Pólen e a Loughborough University, de Londres. Além desse somatório de forças, é importante destacar que o Nave Lab foi vencedor do Edital DICE, do Conselho Britânico, o que confirma o alcance e a importância do projeto no contexto social em que se encontra inserido.

Dando continuidade e acrescentando novos conhecimentos aos que vêm sendo transmitidos nas turmas regulares do projeto, foi realizada, nos dias 04 e 06 de fevereiro de 2020, a última Oficina de Teatro/Oratória, com Preparação para “Pitching”, direcionada para pequenos grupos de jovens que querem defender seus projetos.

Na oficina, alunos e alunas participaram de dinâmicas básicas de Teatro, com o objetivo de desinibir e aperfeiçoar a comunicação com o público, além de aprenderem e desenvolverem técnicas de Oratória, especialmente aquelas voltadas para apresentações e eventos de “Pitching”, que consiste basicamente na exposição oral de projetos e propostas, com tempo predeterminado, para equipes de avaliação.

 

A oficina foi ministrada pelo ator Bernardo Mendes, reconhecido por seu trabalho no Teatro, na Tv e no Cinema. Tendo atuado em diversas produções televisivas, tais como “Malhação” e “Pé na Cova”, e também em filmes como “Tim Maia” e “Se eu Fosse Você 2”, Bernardo pôde transmitir aos alunos um pouco da experiência acumulada ao longo de anos de atuação profissional.

Além de Bernardo, os jovens também receberam dicas valiosas do cineasta, documentarista e professor Victor Lopes, que dirigiu, por exemplo, o aclamado documentário “Serra Pelada, A Lenda da Montanha de Ouro”.

Sobre o projeto e a realização, em paralelo, de oficinas e workshops, que enriquecem o aprendizado dos jovens participantes, Charles Siqueira, Coordenador da Nave de Triagem ressalta: “Criatividade e Inovação são ativos valiosos hoje. É papel deste equipamento público fornecer subsídios para que negros, mulheres, LGBT’s e populações periféricas aprendam a tornar-se empreendedores, não para enfrentar a precariedade das relações de trabalho, mas para explorarem o que melhor suas vivências têm a oferecer ao mundo”.

Rio de Janeiro, 14 de fevereiro de 2020.